Nova regra de financiamento deve reduzir juros e ajudar classe média

Foto: Getty Images

O novo modelo de financiamento imobiliário com o uso dos recursos do FGTS para a compra de imóveis começa a valer no próximo ano e deve reduzir as taxas de juros e atrair compradores da classe média a realizar o sonho da casa própria.

A Resolução assinada estabeleceu que os financiamentos realizados com base no Sistema Financeiro de Habitação — aquele que utiliza dos recursos da poupança — poderão bancar imóveis de até R$ 1,5 milhão em todas as regiões do país.

A mudança não só facilita as compras de imóveis para a classe média, mas também faz com que um setor muito importante da economia tenha uma melhora.  Beneficia a classe média, a construção e o país inteiro, porque você consegue destravar o número de imóveis, fazer com que o setor da incorporação volte a investir e, consequentemente, gera mais empregos, dizem especialistas.

Fonte: MTviaRádio