Campo Verde deve imunizar mais de 8 mil pessoas contra o vírus da influenza

Foto: http://prefeitura.rio/

Começou nesta segunda-feira  (23) a campanha nacional de vacinação contra a influenza (gripe), coordenada pelo Ministério da Saúde. Em Campo Verde, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, 8.284 pessoas devem ser imunizadas até o dia 30 de maio. No dia 12 de maio será realizado o “Dia D” da vacinação, com os postos de saúde da zona urbana atendendo das 8h00 às 17h00.

De acordo com a preconização do Ministério da Saúde, devem ser vacinados idosos com mais de 60 anos, indígenas, gestantes, mulheres que deram à luz a menos de 45 dias (puérperas), crianças com idade de 6 meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias e trabalhadores da saúde. “Esses têm prioridade”, ressaltou a enfermeira da Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde, Vânia Christina Sanchez Franceschi.

Também devem ser imunizados professores e portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas específicas mediante prescrição médica. O objetivo da vacinação, de acordo com Vânia Franceschi, é reduzir as complicações, internações e mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza (gripe).

Em Campo Verde, de acordo com a enfermeira da Vigilância Epidemiológica, a campanha não obedecerá o calendário do Ministério da Saúde, que prevê a vacinação por etapas. No município, todas as pessoas que fazem parte do público alvo já podem procurar os PSF´s da área urbana para serem vacinados. As gestantes poderão se vacinar também no CAISM.

Vânia Franceschi informou que as vacinas estão sendo encaminhadas por lotes pelo Escritório Regional da Secretaria Estadual de Saúde de Rondonópolis. “Nós recebemos até agora 30% do total necessário para atingirmos a meta. Enquanto houver doses vamos vacinar”, informou.

Na zona rural, de acordo com a enfermeira, a imunização obedecerá um calendário que está sendo preparado pela Secretaria de Saúde com base nas dozes de vacina disponíveis. “Mas quem quiser antecipar pode procurar o PSF´s de referência, que fica próximo à Prefeitura”, orientou.

O secretário de Saúde de Campo Verde, Altair Timoteo de Araújo, tranquilizou a população quanto aos casos de gripe H1N1 ou H2N3. Segundo ele, nenhum caso de contaminação pelos vírus transmissores dessas doenças foi registrado no Município nos últimos anos.

Fonte: Assessoria de Imprensa